Portal do Recrutamento Militar para o Ministério da Defesa Nacional

Portal do Recrutamento Militar para o Ministério da Defesa Nacional

2019 - 11 - 26
Secção de conteúdo
Image
Portátil com imagem do Portal de Recrutamento Militar

Data de conclusão do projeto: Agosto 2019;

Empresa responsável pela implementação: JAVALI

Nome do Cliente: Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional

Descrição dos detalhes relevantes do projeto, incluindo desafio, solução e principais resultados obtidos:
O Ministério da Defesa Nacional é o departamento governativo da administração central portuguesa que tem por missão formular, conduzir, executar e avaliar a política de defesa nacional.
Em 1997, foi aprovada uma nova Lei do Serviço Militar que excluiu a sua obrigatoriedade e estipulou que a prestação do Serviço Militar passaria a regime voluntariado. Ao longo dos anos, esta medida e o crescente descontentamento dos militares (com a estagnação dos salários e das progressões nas suas carreiras), provocaram um deficit muito elevado nos recursos humanos das Forças Armadas.

O Governo juntamente com as Forças Armadas, lançaram um plano de ação para a profissionalização. Este incluía o desenvolvimento de uma plataforma de comunicação eficaz de apoio ao recrutamento, com intuito de recrutar mais e melhor, de reter mais tempo, e de qualificar jovens para o serviço militar perante uma crise de vocações.

A Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional Portuguesa propôs à JAVALI a conceção e desenvolvimento de um portal assente na divulgação dos benefícios do Recrutamento Militar (nas áreas do Exército, da Força Aérea e da Marinha), para:

  • agregar a informação relacionada com a configuração do recrutamento militar (as estruturas intervenientes, os processos, os requisitos);
  • agregar a informação das várias especialidades, classes, ou áreas funcionais existentes (atividades, percursos formativos, zonas geográficas de colocação, requisitos de acesso;,entidades formadoras);
  • prestar informação atualizada sobre os concursos abertos;
  • possibilitar ao cidadão a pesquisa de áreas profissionais, em função de variáveis que definem o seu perfil de caracterização pessoal (adequação entre características pessoais e requisitos das funções); e
  • permitir que o cidadão possa esclarecer dúvidas mais elaboradas, que careçam de informação mais detalhada.

Este projeto foi financiado por uma medida SIMPLEX, com o intuito de unificar a apresentação das carreiras militares até à data descentralizadas e sem qualquer comunicação unificada.

Por ser em código aberto permite ao ministério da defesa um total controlo de toda a informação assim como de auditabilidade de todo o código, permite também uma independência de fornecedor, garantido deste modo a total autonomia para evoluções que se mostrem necessárias.

Conheçam o site, aqui.


Tipo de tecnologias e soluções Open Source utilizadas:

O Content Management System open source utilizado para o desenvolvimento deste projeto foi o Drupal, principalmente por ser completamente em código aberto, não ter qualquer custo de licenciamento e por ser compatível com diversas plataformas tecnológicas (Linux / Windows).

O Drupal destaca-se por ser extremamente seguro e escalável, caracterizado pela flexibilidade modular e com inúmeras provas dadas em projetos de grande dimensão e em várias áreas de atuação, desta forma a escolha do Ministério da Defesa Nacional incidiu sobre determinadas características e vantagens inerentes à utilização do Drupal, nomeadamente:

  • No mercado dos CMS estar entre os líderes de mercado;
  • Ser utilizado em sites governamentais;
  • Permitiu a criação de um portal desenhado de raiz pela JAVALI, à medida, garantindo uma imagem única, integrada e harmonizada das Forças Armadas;
  • Responsive/multi-dipositivo, garantindo o correcto acesso pelos diversos dispositivos;
  • Georeferenciação das diversas localizações de âmbito militar (carreiras disponíveis);
  • Acessibilidade nível AAA (nível máximo).

 

O Portal do Recrutamento Militar foi nomeado e recebeu uma Menção Honrosa do Prémio Abertura 2019.